Solenidade da Ascensão do Senhor

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Celebramos a Solenidade da Ascensão do Senhor quando se comemora também o Dia Mundial das Comunicações Sociais.

Liturgia da Palavra

1ª Leitura: Actos dos Apóstolos 1, 1-11 | Elevou-Se à vista deles

Salmo 46 (47), 2-3.6-7.8-9 | Por entre aclamações e ao som da trombeta, ergueu-Se Deus, o Senhor

2ª Leitura: Epístola de São Paulo aos Efésios 1, 17-23 | Colocou-O à sua direita nos Céus

Evangelho: Mateus 28, 16-20 | Todo o poder Me foi dado no Céu e na terra

foto | cathopic by Vanesa Guerrero

São Lucas afirma que, no seu primeiro livro, o Evangelho, apresenta “todas as coisas que Jesus começou a fazer e a ensinar”. Assim sublinha que as palavras de Jesus se seguem às suas obras, que as precederam. Nós que felizmente seguimos a Jesus, também O devemos imitar neste ponto fundamental. As nossas palavras devem ser como que a legenda do quadro da nossa vida, que explicitam e confirmam o que procuramos viver. Numa obra de arte, o essencial é o quadro, não as palavras da legenda.

Cristo ressuscitado, prestes a subir ao Céu na sua ascensão, ouve esta pergunta dos seus discípulos: “É agora que vais restaurar o reino de Israel?”. Apesar de todos os ensinamentos e milagres do divino Mestre, não tinham percebido a verdadeira identidade de Cristo e da sua missão. A tentação de instrumentalizar a pessoa de Cristo e da religião é de ontem e de hoje também, com intuitos políticos e sociais. Cristo é o salvador do mundo e não um líder social ou político.

Paulo, escrevendo aos cristãos de Éfeso, exorta à verdadeira sabedoria, que ultrapassa os limites da nossa inteligência e nos faz aderir à “incomensurável grandeza do poder” de Deus. A prova evidente deste poder é a ressurreição de Cristo, que venceu a morte e nos cumulará com a sua plenitude, sendo “tudo em todos”.

O evangelista Mateus descreve-nos a ascensão de Jesus no contexto em que dá a missão aos seus discípulos: “Todo o poder Me foi dado no Céu e na terra. Ide e ensinai todas as nações”… Cristo, cumprida a sua missão na terra, passa-nos o testemunho. A sua ausência será suprida por nós, seus “discípulos missionários”, segundo a expressão do Papa Francisco. Mas não somos abandonados à sorte das vicissitudes dos tempos, porque nos assegura ficar sempre convosco até ao fim dos tempos”. Nisto assenta a nossa paz e confiança.

Na solenidade da Ascensão do Senhor, celebra-se o “Dia Mundial das Comunicações Sociais”. Na sua Mensagem para esta jornada, o Papa Francisco assim afirma: “Para não nos perdermos, precisamos respirar a verdade das histórias boas: histórias que edifiquem, e não as que destroem. Histórias que ajudem a reencontrar as raízes e a força para prosseguirmos juntos. Na confusão das vozes e mensagens que nos rodeiam, temos necessidade duma narração humana, que nos fale de nós mesmos e da beleza que nos habita; uma narração que saiba olhar o mundo e os acontecimentos com ternura, conte a nossa participação num tecido vivo, revele o entrelaçado dos fios pelos quais estamos ligados uns aos outros”. Rezemos pelos jornalistas e por todos os que trabalham nas comunicações sociais.

Shear it!

Padre António Justino Filho

Comunidade Canção Nova Portugal. Está neste momento numa imersão missionária na Diocese de Évora

Top
TV CANÇÃO NOVA | DIRETO
Estrada da Batalha - Apartado 199 - 2496-908 Fátima | Tlf.: 249 530 600
© Copyright 2020

TV Canção Nova | Direto


Rádio Canção Nova | Direto


Multimédia