Marta Nogueira
20 Abril 2020
0 Comments

SÉRIE POR MARES NUNCA DANTES NAVEGADOS | Princípios Eternos

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Retomamos hoje a nossa rota rumo ao Diário Espiritual.

Depois de teres descansado para repousar o físico e te recolheres interiormente, vamos levantar a tenda e alcançar o Alto Mar. Não sem antes recolheres tudo o que necessitas para prosseguir.

O que nos falta então? Os Princípios Eternos!

Estes são princípios que regem o Reino de Deus de forma a entendermos que no Reino de Deus as coisas funcionam assim e pronto.

É como se fossem leis, mas não são chamadas assim para não se confundirem com as ordens ou mandamentos. Parece a mesma coisa mas não é.

Vamos a exemplos práticos para ajudar a diferenciar.

No geral, nas ordens, o verbo encontra-se no imperativo. É algo taxativo para obedecer. Lembra-te de quando eras criança e os teus pais levantavam o dedo para te dizer que aquilo não era para fazeres, ainda que fosses tentado a não obedecer… e quantas vezes não obedeceste não foi?!

Aqui nos Princípios Eternos não é assim.

Os princípios do Reino de Deus, as leis do Reino de Deus são vistos como princípios que não mudam, são imutáveis e determinam o modo de ser de cada realidade.

Vejamos mais uns exemplos práticos para entenderes.

Um cientista, por exemplo, tem de conhecer os princípios que regem a sua ciência. Senão façamos memória do que muito se tem falado acerca das causas da pandemia do coronavírus. Alguns já vieram explicar que este vírus está nos morcegos e que na China os morcegos são caçados e vendidos nos mercados como se fossem galinhas. E os morcegos caçados e ali colocados em jaulas, sob stress, libertaram o vírus que tem uma capacidade de propagação enorme… Outros dizem que o laboratório científico a poucos km’s daquele mercado não seguiu o protocolo e existiu uma fuga do vírus que estava a ser estudado. De uma forma ou de outra, não foram seguidos princípios básicos de acordo com cada realidade. Por um lado, caçar morcegos que não vivem em ambientes domésticos. Aqui existe a sobreposição do homem às leis da natureza. Por outro lado, existiu a falha no cumprimento do protocolo do laboratório científico. Ambos são princípios imutáveis que deviam ter sido seguidos e pode ser que não tenham sido…

Na tua casa também há princípios sob os quais não existe forma de serem de outra maneira acerca da vivência em família. Na minha casa, por exemplo, de manhã quando acordamos e nos encontramos dizemos bom dia e nos cumprimentamos com beijinhos, quando saímos de casa para ir trabalhar também e quando voltamos do trabalho também. É um princípio de família que guardamos como forma de demonstrar respeito, cuidado e amor.

Na minha comunidade também existem princípios que fazem a comunidade acontecer e permanecer. A obra é de Deus, mas existem princípios que têm de ser vividos para que o carisma perpetue e a nossa vocação também.

Os médicos também são regidos por princípios ao exercer a medicina. Têm um código deontológico, uma ética. Neste tempo que antecedeu o surgimento do covid-19, passámos pela aprovação da eutanásia na Assembleia da República e a ordem dos médicos, bem como outras ordens, deram parecer negativo à aprovação da eutanásia por ser contra à sua missão de salvar vidas e tanto se falou de poderem declarar a objeção de consciência e não atentar contra a vida e dignidade da pessoa.

Com o Reino de Deus é igual e é regido pelos Princípios Eternos. Estes princípios são assim imutáveis, são leis permanentes. O Reino de Deus funciona de acordo com esses princípios. É vital que como filho do Reino que és, conheças os princípios que o regem.

Deus quer revelar-te os segredos do Reino, os mistérios do mundo sobrenatural. Por isso, a Palavra de Deus está repleta de princípios.

Lucas 6, 36:
“Não julgueis e não sereis julgados; não condeneis e não sereis condenados; perdoai e sereis perdoados.” É assim que funciona o Reino de Deus.

Lucas 18, 14:
“Todo aquele que se exaltar será humilhado, e quem se humilhar será exaltado”. Queiramos ou não, é assim que vai acontecer: é imutável.

Tito 1, 15:
“Para os puros todas as coisas são puras. Para os corruptos e descrentes, nada é puro. Até sua mente e consciência são corrompidas”. Essa é a realidade… e pronto. Concordes ou não, é assim que acontece.

1ª Timóteo 6, 7:
“Porque nada trouxemos a esse mundo, como tampouco nada poderemos levar”.

Como viste são realidades imutáveis, quer concordes ou não, é assim que funciona o Reino dos Céus e se guardares estes princípios caminhas rumo à salvação eterna.

Por hoje é tudo.

Vamos descer a falésia e entrar na caravela que nos espera para continuar a navegar por mares nunca dantes navegados.

Precisas içar a vela com o símbolo das cruzadas da tua caravela, para quando estiveres em Alto Mar sintas que não dá mais para voltar atrás, pois é preciso continuares a levar a fé a ti mesmo e a partir de ti chegar aos outros.

Eis uma verdadeira cruzada!

Shear it!

Marta Nogueira

Membro da Comunidade Canção Nova. Licenciada em Comunicação Institucional e atua nas Medias Digitais da Canção Nova. instagram: martanogueira.cn

Top
TV CANÇÃO NOVA | DIRETO
Estrada da Batalha - Apartado 199 - 2496-908 Fátima | Tlf.: 249 530 600
© Copyright 2020

TV Canção Nova | Direto


Rádio Canção Nova | Direto


Multimédia