Marta Nogueira
/

02 Setembro 2017
0 Comments

Lisboa: Patriarcado quer «fazer da Palavra de Deus o lugar onde nasce a fé»

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

D. Manuel Clemente escreveu uma carta aos diocesanos pelo início do ano pastoral


O cardeal patriarca de Lisboa escreveu hoje uma carta aos diocesanos dedicada ao ano pastoral que vão iniciar e onde pretende “ativar, ainda mais, a receção da Constituição Sinodal de Lisboa”, que vai marcar os próximos três anos.

“Não se trata de fazer necessariamente “mais coisas”. Trata-se sobretudo de prosseguirmos biblicamente inspirados e criativamente conjugados na caminhada que o Espírito impele para a evangelização do mundo, constante “programa” da Igreja”, escreve D. Manuel Clemente.

Na carta publicada hoje no sítio online da diocese, Dia Mundial de Oração pelo Cuidado da Criação, o cardeal-patriarca afirma que “importa” que uma “ecologia integral”, como a que o Papa Francisco propôs na encíclica ‘Laudato si’, faça “entender e salvaguardar a criação” como “primeira Palavra dum Deus que ama” e, por isso mesmo, “cria e sustenta” cada pessoa.

‘Fazer da Palavra de Deus o lugar onde nasce a fé’ é o título da carta e o tema que a diocese vai trabalhar durante o ano pastoral 2017/2018, retirado da Constituição Sinodal de Lisboa.

“Que nas nossas comunidades tudo conflua para Cristo, acolhendo e meditando as Escrituras, nele cumpridas e por nós transmitidas na variedade das línguas e situações deste mundo”, referiu o cardeal-patriarca, indicando que “toda a catequese” há de ser “eco” da Palavra que “Deus absolutamente profere em Cristo”.

“Todos os encontros comunitários hão de partir dela, para a concretizar no dia-a-dia pessoal, familiar, eclesial e sociocultural”, acrescentou.

Para D. Manuel Clemente é “bem evidente” que no Patriarcado de Lisboa há lugar “e urgência”, tanto para o “fomento da vida cristã” nas comunidades constituídas como para o anúncio “mais criativo” do Evangelho a” quem o esqueceu e para o primeiro anúncio a quem nunca o ouviu”.

No novo ano pastoral que se inicia, a diocese instituiu o dia 29 de outubro como ‘Domingo da Palavra’, seguindo a indicação do Papa Francisco na carta apostólica ‘Misericordia e mísera’: “Seria conveniente que cada comunidade pudesse, num domingo do Ano Litúrgico, renovar o compromisso em prol da difusão, conhecimento e aprofundamento da Sagrada Escritura.”

D. Manuel Clemente acrescenta que cada comunidade encontrará certamente “o melhor modo de acentuar então o lugar imprescindível da Palavra de Deus” para o brotar constante da fé que salva.

A Constituição Sinodal de Lisboa vai marcar os próximos três anos no Patriarcado de Lisboa e se começam por ‘fazer da Palavra de Deus o lugar onde nasce a fé’; em 2018-2019 o convite é a ‘viver a liturgia como lugar de encontro’; e no final do triénio o desafio é ‘sair com Cristo ao encontro de todas as periferias’.

Com “votos amigos” de bom ano pastoral 2017-2018, D. Manuel Clemente assinala que a carta “pode ser útil”, entre o muito que há a fazer, quando “a vida como que recomeça no espaço social e eclesial”.

Fonte: Agência Ecclesia

Shear it!

Marta Nogueira

Membro da Comunidade Canção Nova. Licenciada em Comunicação Institucional e atua nas Medias Digitais da Canção Nova. instagram: martanogueira.cn

Top
TV CANÇÃO NOVA | DIRETO
Estrada da Batalha - Apartado 199 - 2496-908 Fátima | Tlf.: 249 530 600
© Copyright 2020

TV Canção Nova | Direto


Rádio Canção Nova | Direto


Multimédia