Marta Nogueira
09 Novembro 2021
0 Comments

Leis anti conversão estão na origem de ataques cada vez mais frequentes contra os Cristãos, revela relatório

ais
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Um relatório intitulado “Cristãos Sob Ataque na Índia”, da responsabilidade de várias ONG’s, regista, até ao momento e ao longo deste ano, cerca de três centenas de incidentes contra esta comunidade religiosa.

O partido nacionalista hindu de Modi é visto como um dos responsáveis por esta violência e agitação que tem atingido duas das principais minorias religiosas do país, cristãos e muçulmanos. No estado indiano de Madhya Pradesh há relatos de medo, depois de activistas hindus mais radicais terem intensificado uma campanha para a reconversão dos povos indígenas ou tribais.

aisO Padre Rochy Shah, porta-voz da diocese de Jhabua, fala em pessoas assustadas à medida que vai aumentando a pressão para que “os cristãos indígenas desistam da sua fé no cristianismo”. Nesta região, os povos indígenas são a maioria da população e os cristãos representam menos de 4 por cento.

“Os activistas hindus – explica o sacerdote à Fundação AIS – estão a fazer campanhas exigindo acções contra padres e pastores que lideram as respectivas comunidades cristãs e ameaçam demolir as nossas igrejas sob a falsa acusação de que elas foram construídas ilegalmente nas terras dos povos indígenas.”

Para já, esta estratégia de intimidação não resultou, mas obrigou à mobilização de um forte contingente das forças de segurança para se evitar a destruição de igrejas no distrito de Jhabua. “Mais de 300 polícias foram destacados para proteger a catedral católica e outras estruturas da igreja”, na sequência das ameaças dos grupos radicais, diz o Padre Shah.

O governo de Madhya Pradesh apresentou em Janeiro deste ano uma lei anti conversão que prevê penas de prisão até 10 anos a quem se tenha convertido de forma considerada ilegal a qualquer religião com excepção do hinduísmo. A lei, no entanto, permite que qualquer pessoa “regresse a casa”, mudando de outra confissão religiosa para o hinduísmo. Esta disposição legal é vista como procurando atingir essencialmente os cristãos e os muçulmanos.

Madhya Pradesh é um dos oito estados da Índia [num total de 28] onde as leis anti conversão estão em vigor. Outros estados onde o partido nacionalista hindu Bharatiya Janata Party está no poder estão a promover idênticas iniciativas legais.

O Padre Shah acredita que estas novas leis anti conversões são um claro desafio aos povos indígenas que se tornaram cristãos. No estado de Madhya Pradesh, após a entrada em vigor da nova lei, mais de uma dezena de cristãos, incluindo sacerdotes, foram detidos e muitos encontros de oração foram proibidos. “Até um acto de caridade cristã pode [agora] ser interpretado como um caso de tentativa de conversão”, alerta o Padre Shah à Fundação AIS.

 

Departamento de Informação da Fundação AIS | ACN Portugal

Shear it!

Marta Nogueira

Membro da Comunidade Canção Nova. Licenciada em Comunicação Institucional e atua nas Medias Digitais da Canção Nova. instagram: martanogueira.cn

Top
TV CANÇÃO NOVA | DIRETO
Estrada da Batalha - Apartado 199 - 2496-908 Fátima | Tlf.: 249 530 600
© Copyright 2020

TV Canção Nova | Direto


Rádio Canção Nova | Direto


Multimédia