Marta Nogueira
21 Março 2021
0 Comments

Fomos criados em cacho

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Todas as vidas importam sejam elas de que raça for, de que cultura for, de que religião for, seja qual for a sua fragilidade ou fortaleza. Todas têm a sua própria beleza.

Temos ouvido tantas vezes nestes últimos tempos que ninguém se salva sozinho, que somos todos irmãos.

Na Canção Nova fomos criados para ser sinal para o mundo. Somos uma comunidade católica de amor e adoração, que comunica a Boa Nova de Jesus Cristo no poder do Espírito Santo. Esta é a nossa identidade. Antes de chegar à comunidade, cada um de nós já tinha esta identidade impressa por Deus. Cada um foi chegando à comunidade no seu tempo para realizar a missão de evangelizar. Cada um de nós foi chamado por Deus de diversos países, com a sua cultura, sua raça, seu próprio específico, pois o nosso carisma é para as nações.

Como o nosso fundador Monsenhor Jonas Abib refere: “O que descobri, os outros descobriram também: somos uma fundação. Os membros foram criados em cacho. Por isso têm todos as mesmas características fundamentais. Os membros da Canção Nova são, antes de tudo, homens e mulheres de Deus. Vocacionados para isto, para ser de Deus. Viver para Deus. Trabalhar para Deus. Investir a vida toda no Seu serviço. Na realização do Seu plano. Tem sido uma constante descoberta. É nisso que nos identificamos. Somos muito diferentes como pessoas. Mas nisso nos identificamos: somos de Deus. E isso nos une.”

Formamos a unidade na diversidade. Queremos ser cada vez mais esse sinal afirmando ser possível concretizar aquilo que o Papa Francisco nos orienta na sua última Carta Encíclica “Fratelli Tutti” sobre a necessidade da fraternidade e da amizade social num mundo que está a viver cada vez mais “uma terceira guerra mundial por pedaços”.

No artigo 203 da encíclica, sobre “construir juntos”, o Papa nos diz que o diálogo social autêntico pressupõe a capacidade de respeitar o ponto de vista do outro, aceitando como possível que contenha convicções ou interesses legítimos. A partir da própria identidade, o outro tem algo para dar, e é desejável que aprofunde e exponha a sua posição para que o debate público seja ainda mais completo… Pensemos que as “diferenças são criativas, criam tensão e, na resolução de uma tensão, está o progresso da Humanidade”.

Nós, Canção Nova, queremos ser cada vez mais construtores da nossa casa-comum que é a Humanidade. Doamos a nossa vida pela sua salvação.
Somos formados uns com os outros, com o que nos une e o que nos diferencia e temos sede de levar a formação do Homem Novo que vai surgindo em cada um de nós e a partir de nós para a comunidade, para a sociedade, para que o Mundo se renove e seja cada vez mais Novo.

Neste Dia Internacional contra a Discriminação Racial, rezamos para que todos sejam um!

Oração ao Criador
(Carta Encíclica “Fratelli Tutti”)

Senhor e Pai da Humanidade,
que criaste todos os seres humanos com a mesma dignidade,
infundi nos nossos corações um espírito de irmãos.
Inspirai-nos o sonho de um novo encontro,
de diálogo, de justiça e paz.
Estimulai-nos a criar sociedades mais sadias
e um mundo mais digno,
sem fome, sem pobreza, sem violência,
sem guerras.

Que o nosso coração de abra
a todos os povos e nações da Terra, para reconhecer o bem e a beleza
que semeaste em cada um deles,
para estabelecer laços de unidade, de projetos comuns,
de esperanças compartilhadas. Amén.

Shear it!

Marta Nogueira

Membro da Comunidade Canção Nova. Licenciada em Comunicação Institucional e atua nas Medias Digitais da Canção Nova. instagram: martanogueira.cn

Top
TV CANÇÃO NOVA | DIRETO
Estrada da Batalha - Apartado 199 - 2496-908 Fátima | Tlf.: 249 530 600
© Copyright 2020

TV Canção Nova | Direto


Rádio Canção Nova | Direto


Multimédia