Padre António Justino Filho
07 Novembro 2021
0 Comments

Distinguir a realidade da aparência

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Jesus pede-nos que saibamos distinguir a realidade da aparência que, muitas vezes, não corresponde à verdade das coisas: os escribas aparentam atitudes caridosas que depois acabam por se revelar em ações de rapina; uma viúva pobre oferece apenas duas moedinhas, aparentemente pouco, mas representando, afinal, “tudo o que ela possuía para viver” (Mc 12, 44).

imagem | cathopic

O exemplo desta viúva, a par da viúva de Sarepta que acede ao pedido de Elias, mesmo colocando em risco a própria vida, sugerem que as pequenas ofertas que fazemos devem ser expressão de um dom maior, que é o dom da própria vida, a exemplo de Jesus que Se entrega totalmente sem nada reservar para Si, por amor e só por amor a Deus, seu Pai, e aos homens que vem salvar.

1a LEITURA: Primeiro Livro dos Reis 17, 10-16 — “Do seu punhado de farinha, a viúva fez um pãozinho e trouxe-o a Elias”
Frequentes vezes, a palavra de Deus apresenta o contraste entre a ostentação e a simplicidade, para nos fazer compreender que os humildes e os simples, que a Sagrada Escritura chama “os pobres”, têm o primeiro lugar aos olhos de Deus. Nesta leitura, vemos como foi uma pobre viúva que soube acolher o profeta de Deus, e como por isso foi recompensada com dons abundantes. Ensinamento semelhante ao que ouviremos no Evangelho.

SALMO RESPONSORIAL 145 (146) – Ó minha alma, louva o Senhor.

2a LEITURA: Epístola aos Hebreus 9, 24-28 — “Cristo ofereceu-Se uma só vez para tomar sobre Si os pecados de muitos”
O sacrifício de Cristo, oferecido por Ele sobre a Cruz, é o momento culminante de toda a vida de Jesus e até da história de toda a humanidade. Oferecendo-Se em sacrifício ao Pai, Ele abriu o caminho para junto de Deus, primeiro para Ele mesmo, como homem que também era, e, em Si e consigo, para todos os que a Ele se entregam e Lhe obedecem, como Ele obedeceu ao Pai. Em Cristo todos podem encontrar o caminho e a porta para Deus.

EVANGELHO: São Marcos 12, 41-44 — “Esta pobre viúva deu mais do todos os outros”
Como a viúva de que falava a primeira leitura também esta outra viúva a que se refere agora o Evangelho amou mais a palavra de Deus do que os seus poucos bens, que eram, na verdade os únicos e bem pequenos. Mas, por isso mesmo, a sua ação foi de maior alcance e mais meritória do que as grandes dádivas dos que muito possuíam. Gesto bem pequeno, portador de uma grande lição, porque inspirado por um grande amor.

Latest posts by Padre António Justino Filho (see all)
Shear it!

Padre António Justino Filho

Comunidade Canção Nova Portugal. Está neste momento numa imersão missionária na Diocese de Évora

Top
TV CANÇÃO NOVA | DIRETO
Estrada da Batalha - Apartado 199 - 2496-908 Fátima | Tlf.: 249 530 600
© Copyright 2020

TV Canção Nova | Direto


Rádio Canção Nova | Direto


Multimédia