Padre António Justino Filho
29 Agosto 2021
0 Comments

Ao aceitar Jesus estabeleci uma aliança com Ele e não com uma ideologia

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Estamos no 22º domingo do tempo comum! Vejamos o que a Liturgia da Palavra nos ensina:

Todo o empreendimento humano, de grande ou pequeno vulto, supõe, habitualmente, uma entrega e uma doação totais. Só assim o homem consegue realizar alguma coisa de útil na vida. Ao aceitar a Palavra de Deus, o Homem, no íntimo mais profundo do seu ser, estabeleceu uma aliança com uma Pessoa – Jesus Cristo – e não com uma ideologia. O preço da fidelidade a esta aliança é a renúncia de si mesmo. “Quem quer ganhar a vida, perdê-la-á”. A Lei de Deus, transmitida aos homens, faculta a escolha livre e consciente do caminho a seguir. Não subjuga, liberta, ajudando a discernir o que é essencial do que é acidental, revelando a vontade do Pai e dando a conhecer a Pessoa do Filho – Jesus Cristo – com Quem nos comprometemos.

imagem | cathopic

1ª LEITURA: Livro do Deuteronómio 4, 1-2.6-8 – “Não acrescentareis nada ao que vos ordeno…mas guardareis os mandamentos do Senhor”
Já à vista da Terra Prometida, Moisés recorda ao Povo de Israel a conveniência em observar a Lei de Deus, a sua perfeição e superioridade em comparação com as leis dos outros povos. A lei de Deus é a única luz que ensina aos homens o caminho da vida autêntica e verdadeiramente feliz. Mas essa lei procura antes de mais educar o coração do homem.

SALMO 14 (15) – Quem habitará, Senhor, no vosso santuário?

2ª LEITURA: Epístola de São Tiago 1, 17-18.21b-22.27 – “Sede cumpridores da palavra”
Começamos hoje a ler, e leremos ainda durante mais alguns domingos, a Epístola de São Tiago. A passagem que hoje escutamos diz-nos que tudo o que há de bom vem de Deus, e Deus tudo criou pela sua palavra. Esta palavra continua a fazer ouvir-se no mundo e como que lançou em nós as suas raízes. Por isso, a nossa vida cristã consistirá em fazer que essa palavra desabroche em nós, dando muito fruto.

EVANGELHO: São Marcos 7, 1-8.14-15.21-23 – “Deixais o mandamento de Deus para vos prenderdes à tradição dos homens”
A palavra de Deus pode vir a ser adulterada pelas palavras dos homens, mesmo quando pretendem explicar e aplicar a palavra de Deus. O Senhor adverte-nos para que saibamos ler a palavra de Deus à luz do Espírito de Deus, que a inspirou, e não com a visão estreita e acanhada, e, por vezes, interesseira, do nosso espírito, demasiado humano e limitado. A palavra de Deus é espírito e vida, e não apenas letra, que, por si só, pode matar.

Shear it!

Padre António Justino Filho

Comunidade Canção Nova Portugal. Está neste momento numa imersão missionária na Diocese de Évora

Top
TV CANÇÃO NOVA | DIRETO
Estrada da Batalha - Apartado 199 - 2496-908 Fátima | Tlf.: 249 530 600
© Copyright 2020

TV Canção Nova | Direto


Rádio Canção Nova | Direto


Multimédia