Gracielle Reis
18 Setembro 2020
0 Comments

Amizades em tempos de “likes”. O que devo realmente “gostar”?

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O mundo contemporâneo nos proporciona uma série de facilidades, seja no mundo do trabalho, serviços e relacionamentos. Aplicações de todos os tipos ajudam a movimentar a vida financeira, fazer compras, localizar cidades, realizar trabalhos, organizar a agenda e também para a hora do entretenimento: músicas, séries e diversas produções audiovisuais nas ferramentas de streaming.

foto | cathopic

Inúmeras são ainda as redes sociais e suas finalidades: compartilhar o dia a dia, aproximar-se de quem está longe e há ainda quem busque relacionamentos nas apps. Amizades novas surgem ou quem está em diferentes cidades ou até países pode manter o vínculo quase que normalmente.

Contudo, uma reflexão torna-se adequada: em tempos de “likes”, o que devo “gostar”, esperar de uma amizade?

Estreitar e cultivar laços por meio das redes sociais é algo incrível! Contudo, percebe-se, nos dias de hoje, uma espécie de “novo código” nas relações, o qual, muitas vezes, pode ser até nocivo.

O que isso quer dizer? Muitas pessoas acabam por entrar numa grande ansiedade por receber “likes”, comentários e interações nas suas postagens. E se alguém muito próximo não o faz, chega-se até a rasas conclusões: “fulano não gosta de mim”, “fulano não me curte (nos dois sentidos)”, “cicrano não se interessa pela minha vida”. Ou seja, transpomos para a realidade um novo tipo de comportamento que não vale para amizades verdadeiras e que não existia, há tempos atrás, quando não se tinha as redes sociais.

A Bíblia, enquanto Palavra de Deus, transmite toda a sabedoria divina aos homens e para a sua vida como um todo, inclusive no campo da amizade. As Sagradas Escrituras definem, sabiamente, o parâmetro do que realmente significa uma amizade. Vejamos algumas citações bíblicas, tanto do Novo como do Antigo Testamento:

“O amigo ama em todos os momentos; é um irmão na adversidade”. (Provérbios 17,17)

“Perfume e incenso trazem alegria ao coração; do conselho sincero do homem nasce uma bela amizade.” (Provérbios 27,9)

“É melhor ter companhia do que estar sozinho, porque maior é a recompensa do trabalho de duas pessoas. Se um cair, o amigo pode ajudá-lo a levantar-se. Mas pobre do homem que cai e não tem quem o ajude a levantar-se!” (Eclesiastes 4,9-10)

“Ninguém tem maior amor do que aquele que dá a vida pelos seus amigos.” (João 15,13)

“Já não os chamo servos, porque o servo não sabe o que o seu senhor faz. Em vez disso, os chamo amigos, porque tudo o que ouvi de meu Pai eu tornei conhecido a vocês.” (João 15,15)

“Dediquem-se uns aos outros com amor fraternal. Prefiram dar honra aos outros mais do que a vocês.” (Romanos 12,10)

Estas são algumas das passagens que esclarecem, indicam e orientam sobre o relacionamento de amizade. Se praticarmos, no dia a dia, na vida real, o que aponta a Palavra de Deus, aí sim é que mereceremos um “super like”. O que adianta gostar e comentar um post do Instagram, Facebook etc, mas no cotidiano, não damos a vida pelo amigo, não dedicamos o amor fraternal ou não estamos com as pessoas queridas sobretudo em seus momentos difíceis?

Além disso, na enxurrada de informações pela rede ou na vivência do tempo que parece cada vez mais escasso, pautar uma amizade pelos “likes” e interações seria até injusto com o outro. Nem todos possuem o mesmo tempo, facilidade ou disposição para se comunicar nas redes sociais.

Sendo assim, prefira o que diz a Bíblia. Seja aquele amigo fiel, que doa a sua vida e se faz presente na vida “offline”, isto é, longe ou perto, dedica o seu amor fraternal, ajuda, aconselha, felicita-se com o outro em suas conquistas e vitórias ou se compadece em suas tristezas.

Para finalizar, a passagem sobre amizade tão conhecida do livro de Eclesiástico a fim de celebrar o dom tão belo da amizade, que perpassa os limites das redes sociais:

“Um amigo fiel é uma poderosa proteção: quem o achou, descobriu um tesouro. Nada é comparável a um amigo fiel, o ouro e a prata não merecem ser postos em paralelo com a sinceridade de sua fé. Um amigo fiel é um remédio de vida e imortalidade; quem teme ao Senhor, achará esse amigo. Quem teme ao Senhor terá também uma excelente amizade, pois seu amigo lhe será semelhante” (Eclo 6,14-17).

Vamos guiar-nos pela pela Palavra de Deus? A experiência e testemunhos dos santos e até de nossos familiares testemunham que este é um caminho sem erro.

Latest posts by Gracielle Reis (see all)
Shear it!

Gracielle Reis

Missionária da Comunidade Canção Nova, carioca, jornalista pela Universidade Federal Fluminense (UFF) e bacharel em História pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj). Já atuou em coberturas jornalísticas nacionais e internacionais, especialmente na Terra Santa. A jornalista tem experiência em rádio, TV e plataformas digitais, além de projetos de evangelização nacionais para a juventude. Atualmente, é jornalista da TV Canção Nova de Portugal. Instagram: @graciellereiscn

Top
TV CANÇÃO NOVA | DIRETO
Estrada da Batalha - Apartado 199 - 2496-908 Fátima | Tlf.: 249 530 600
© Copyright 2020

TV Canção Nova | Direto


Rádio Canção Nova | Direto


Multimédia