Marta Nogueira
/

10 Janeiro 2018
0 Comments

Votos íntimos: qual voz quero seguir?

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Você sabe o que são votos íntimos? Se não sabe, vamos juntos refletir sobre o assunto

Canção Nova

Quantas vezes vamos assumindo “inverdades” em nossa vida, permitindo que se tornem verdades absolutas? Ou quantas vezes deixamos que certas falas que disseram a nós ditem nossos comportamentos e atitudes, fazendo assim uma vida de jugos e amarras existenciais? No ambiente religioso, chamamos de “votos íntimos” essas inverdades, falas e jugos que determinam nosso interior, levando-nos a uma exterioridade não sadia nem livre.

Na psicologia comportamental, chamamos essa realidade de pensamentos automáticos, pensamentos que surgem de forma instantânea e determinam nossas atitudes. Esses pensamentos automáticos são construídos por “crenças”, que se solidificaram pelas experiências que tivemos no decorrer de nossa história. Por exemplo: talvez, quando você era ainda uma criança, foi esquecido pelos pais na escola, e aquele sentimento de abandono registrou uma crença de que “você não é amado”. Logo, toda vez que você for “esquecido”, surgirá, de maneira automática, aquela voz dizendo: “você não é amado”. Dessa forma, vamos deixando que nosso interior e exterior se formem na autoridade de tais pensamentos. Talvez, aquele esquecimento na escola tenha acontecido, porque seus pais enfrentaram uma longa estrada de engarrafamento e, por isso, atrasaram-se. Não há nada a ver com o “não amar” você.

O pensamento automático, ou se quiser chamar de voto íntimo, pode, em muitos casos, ser uma grande prisão na sua forma de viver a vida.

Pare e pense
Por exemplo: Se fico sozinho, devo ser indesejável. As pessoas que não têm companheiros são perdedoras. Tenho de ter um companheiro para ser feliz. Preciso me sair bem em tudo o que fizer. Se não me sair bem em alguma coisa, devo ser um fracasso.

Diante dessas frases que vão determinando nossas vidas, precisamos usar o próprio pensamento lógico para nos desvencilharmos dessas armadilhas. Temos de explorar a realidade e, quem sabe, nesta hora, traduzir tudo em uma sincera oração? “Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará”. Busque a verdade sobre todas as questões, enfrente-a e não se permita ser escravizado pelas inverdades da vida.

 

Shear it!

Marta Nogueira

Membro da Comunidade Canção Nova. Licenciada em Comunicação Institucional e atua nas Medias Digitais da Canção Nova. instagram: martanogueira.cn

Top
TV CANÇÃO NOVA | DIRETO
Estrada da Batalha - Apartado 199 - 2496-908 Fátima | Tlf.: 249 530 600
© Copyright 2020

TV Canção Nova | Direto


Rádio Canção Nova | Direto


Multimédia