Padre António Justino Filho
10 Julho 2022
0 Comments

O meu próximo: todo aquele que encontramos e representa toda a humanidade

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O Senhor fala-nos “de muitas e variadas formas”. No silêncio da noite ou no bulício do dia; na mulher que se desfaz em lágrimas ou na criança que brinca. A voz de Deus manifesta-se nos mais insignificantes acontecimentos. Todas as coisas são imagem de Deus, se bem que imperfeitas. Em todas elas é Cristo que opera e nelas se comunica. Interroguemo-nos pois sobre a atenção que nos tem merecido essa voz de Deus e, muito particularmente, a Palavra ouvida e lida na Sagrada Escritura.

imagem | cathopic

1ª Leitura: Livro do Deuteronómio 30, 10-14 — “Esta palavra está perto de ti, para que a possas pôr em prática”
Esta leitura prepara-nos para melhor compreendermos a do Evangelho: a palavra de Deus que há-de nortear toda a nossa vida não está longe do nosso alcance. E nós escutamo-la e cumprimo-la na vida concreta do dia a dia. Ela vem aliás ao encontro dos anseios mais profundos do nosso coração. É que é o mesmo Deus que nos fala na palavra e que já nos falou no coração.

Salmo 68 (69) — Procurai, pobres, o Senhor e encontrareis a vida.

2ª Leitura: Epístola de São Paulo aos Colossenses 1, 15-20 — “Por Ele e para Ele tudo foi criado”
Nesta leitura como que se faz a apresentação de Nosso Senhor Jesus Cristo. Sabemos d’Ele muitas coisas, mas, no fundo, o que é que n’Ele constitui a razão de ser daquilo que Ele é para os cristãos? Cristo é o princípio e o Fim, Aquele por Quem tudo foi criado, e para Quem tudo existe. Para além de tudo aquilo que os olhos exteriormente podem observar está o campo infinito que a fé nos revela. Ele é o Primeiro na ordem da criação e o Primeiro na ordem da ressurreição.

Evangelho: São Lucas 10, 25-37 — “Quem é o meu próximo?”
A parábola do bom samaritano serve a Jesus para explicar ao doutor da lei quem é o próximo e como o amor a Deus e ao próximo são, no fundo, o mesmo e único amor: “o amor de Deus derramado em nossos corações pelo Espírito Santo”. Segundo a explicação dos antigos Padres da Igreja, o homem caído nas mãos dos salteadores é toda a humanidade, e o bom samaritano é a imagem de Jesus, Ele que nos encontrou feridos pelo pecado à beira do caminho aonde desceu, usou de compaixão para connosco, e nos introduziu na estalagem da sua Igreja e assim nos salvou.

Oração
Senhor nosso Deus, que mostrais aos errantes a luz da vossa verdade para poderem voltar ao bom caminho, concedei a quantos se declaram cristãos que, rejeitando tudo o que é indigno deste nome, sigam fielmente as exigências da sua fé.

Shear it!

Padre António Justino Filho

Comunidade Canção Nova Portugal. Está neste momento numa imersão missionária na Diocese de Évora

Top
TV CANÇÃO NOVA | DIRETO
Estrada da Batalha - Apartado 199 - 2496-908 Fátima | Tlf.: 249 530 600
© Copyright 2020

TV Canção Nova | Direto


Rádio Canção Nova | Direto


Multimédia